Síntese

       A cetamina é uma arilcicloalquilamina, que é semelhante estruturalmente ao PCP (fenilciclidina), também conhecida como droga de abuso. Contudo, a cetamina é mais difícil de produzir do que o PCP. Embora a cetamina seja uma droga popular e comum no mercado ilícito, é obtida exclusivamente por devidos de fontes comerciais, do que propriamente por síntese. Este percurso tem um rendimento global de aproximadamente 60%, e apresenta um grau de dificuldade de 2 a 3 numa escala de 10, com uma classificação de 1-2 numa escala também de 10. (2)

Figura 2: Cetamina vs. Fenilciclina

    Para uso farmacêutico, a síntese da cetamina começa na indústria química com a reacção do o-clorobenzonitrilo com o Reagente de Grignard para dar o o-clorofenil-ciclopentilcetona. Segue-se a α-brominação da cetona e a reacção com a metilamina para formar uma α-hidroxiimina (1-hidroxiciclopentil-(o-clorofenil)-cetona-N-metiliminoa). O processo de aquecimento da imina resulta na cetamina, por uma rearranjo da α-hidroxiimina. A síntese é morosa e envolve várias etapas. Deste modo, têm vindo a ser adoptadas outras formas de a conseguir, ilegalmente (3).

Figura 3: Sintese da Cetamina

    A necessidade geral de produzir metilamina anidra num ambiente clandestino, em vez de comprá-la, aumentou a dificuldade na produção de cetamina. O uso de propilamina em vez de metilamina simplificaria essa reacção, uma vez que o seu ponto de ebulição é superior à temperatura ambiente, o que não acontece com a metilamina, já que é um gás a esta temperatura. (2)

Figura 4:Diferença entre o ponto de fusão da metilamina e da propilamina
Anúncios